Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 20 de outubro de 2020.
 
Rede Vip
Cadastre-se
Esqueci minha senha
03/03/2027
Saiba mais
Quebra de Gaiola

1.  Introdução

O caso prático que iremos demonstrar refere-se a uma quebra da gaiola ocorrido no rolamento  auto compensador de rolos 22.228 CKJ W33 do mancal “4” (lado rotor )  de um ventilador centrífugo com rotor em balanço.

 

Detectado através do monitoramento de vibração, acompanhamento da curva de tendência e análise dos espectros. Salientaremos também os possíveis efeitos caso não fosse diagnosticado a tempo para a correção e a sua influência no custo da Manutenção e na Produção.

 

 2.  Dados Do Ventilador

  • Ventilador centrífugo
  • Fabricante Darma
  • Vazão 43.150 m³/h
  • Mancal SN 528
  • Rolamento 22.228 CKJ W33
  • Bucha H 3128
  •  Lubrificação: graxa sintética com teflon
  • Rotação 1.185 rpm
  • Acoplamento Falk 13F
  • Motor GE / 250 CV / 6pólos

Pontos de Medição

1 - motor lado ventoinha

2 – motor lado acoplamento

3 - mancal lado acoplamento

4 - mancal lado rotor

 

3. Frequência do defeito

Através do número  do rolamento (22.228 CKJ W 33) e sua rotação (1.185

rpm) e software específico, conseguimos determinar as freqüências da pista

interna, pista externa, roletes e gaiola do rolamento.

 

 

 

4. Monitoramento de vibração

Através do monitoramento de vibração conseguimos acompanhar a evolução da curvade tendência, como podemos observar no gráfico abaixo em 4H E

(29,79 Gs) encontra-se acima do Alarme 2. Acompanhanhamos a evolução do

problema até o máximo possível, afim de cumprir metas de vendas da produção. 

 

 

 

5. Análise de Frequência e Diagnóstico

 

 

- No gráfico do envelope (4H E) temos excitação da 2a. Harmônica da

  frequência da gaiola com valor de 13,2 Gs

 

- Caracterizando problema na gaiola do rolamento.

 

- A gaiola é o componente mais frágil do rolamento, pois sua função é de

  somente de guiar os roletes

 

6. Ação tomada

Após os valores de vibração atingirem níveis não aceitáveis, foi solicitada a substituição do rolamento do mancal lado rotor do ventilador, pois a excitação da frequência de gaiola é um problema bastante grave. Acompanhamos a manutenção do equipamento e ao abrirmos o mancal verificamos que ao gaiola do rolamento estava quebrada.

 

 

7. Monitoramento após Manutenção

No gráfico de tendência observamos que o nível de vibração global após a substituição do rolamento do mancal lado rotor do ventilador diminuiu de 29,79 Gs para valor abaixo do alarme 1 (8,74 Gs).

 

 

8. Análise Técnica

Analisaremos duas situações do problema ocorrido para avaliarmos os gastos e tempos

de manutenção

-  Caso 1: Manutenção Programada

-  Caso 2: Manutenção em Emergência.

 

CASO 1: Manutenção Programada

·         Monitoramento de Vibração

·         Solicitação de substituição do rolamento

·         Programação do serviço: Tempo estimado 7 horas 

 

Obs.: Sem Perda de Produção

 

CASO 2: MANUTENÇÃO EM EMERGÊNCIA

·         Sem Monitoramento de Vibração

·         Quebra da gaiola do rolamento causando os seguintes problemas:

       -         Quebra do mancal do rolamento;

       -         Empeno do eixo do ventilador;

       -         Empeno do rotor do ventilador;

       -         Avaria da carcaça do ventilador;

       -         Danificação do acoplamento;

·         A parada pode ocorrer fora do horário administrativo

·         Falta de peças em estoque para atender a emergência

·         Sem programação de serviço

·         Tempo estimado para manutenção (emergência) 36 horas

 

·         Obs.: Perda de Produção (estimada) 41 horas.

 

 

9.   Conclusão

Como podemos observar com os dados anteriores, o Monitoramento de Vibração é muito importante pois nos auxiliou na detecção antecipada do problema no rolamento do mancal lado rotor, evitando com isso parada de emergência da planta operacional com perdas de produção e gastos desnecessários da manutenção.

 

Por: Carlos Henrique de Moraes - Engenheiro Mecânico, Pós-Graduado em Gerenciamento de Manutenção - FEI, Licenciatura Plena em Física, 25 anos de experiência na área de inspeção de equipamentos rotativos e estáticos, Membro da ABNT - comissão de Caldeiras e Vasos de Pressão, Membro da ABENDE - grupo de Análise de Vibração e Diretor Administrativo da A.E.A.S.V.

 

        “ A SUA SEGURANÇA É A NOSSA PRIORIDADE “

 

         “Nossa Equipe de Profissionais terá um imenso prazer de atendê-lo”


Atalhos da página



Av. Presidente Wilson, n° 1.473 - 2º andar - conjunto 21/22 - Centro - São Vicente / SP / CEP 11.320-001
Telefone:(13) 3466-7187, (13) 3466-9115 ou (13) 3466-2570.
Logotipo
Rede Corporativa e-Solution Backsite